Campanha contra o assédio moral e sexual

Corregedoria esteve à disposição dos servidores e colaboradores, para receber denúncias e acolher as vítimas. 

Mesmo durante a pandemia, o TCMGO combateu o assédio moral e sexual no tribunal.

Ao longo de 2021, a Corregedoria esteve à disposição dos servidores e colaboradores, para receber denúncias e acolher as vítimas, realizando ainda um trabalho interno de prevenção, por meio da informação.

A pandemia exigiu atenção redobrada, visto que, coexistiram, cenários diferentes (home office, presencial e híbrido), nos quais poderiam acontecer casos de assédio.

Encerramos as ações de 2021 divulgando exemplos de assédio moral e sexual, com o propósito de insistir na conscientização da sociedade sobre a gravidade desse tipo de violência, muitas vezes difícil de ser comprovada.

Por isso, a Corregedoria, como sempre, se coloca à disposição dos servidores e colaboradores do tribunal e insiste para que denunciem, ao menor sinal de assédio. Pede, ainda, a todos, que fiquem atentos aos sinais e não se omitam, caso tenham conhecimento de algum caso.

Disponibiliza ainda a “Cartilha de Conscientização e Combate ao Assédio Moral e Sexual nos Tribunais de Contas”, do Instituto Rui Barbosa (IRB).